Falar em moda é pensar em movimento, em inovação e criatividade. Mais do que uma tarefa aleatória de seguir tendências e entender sobre diferentes tipos de tecido, esse é um trabalho com métodos e etapas para se chegar ao público final.

É preciso pesquisar referências, tendências, modelagem e estilismo, optando por alternativas que melhor representem o DNA de uma marca ou a preferência de um público específico.

Aqui, a escolha dos tecidos ocupa um papel central. Entre as muitas opções que surgem ano a ano, existem aquelas que são mais relevantes para o nicho escolhido e aquelas que voltam de tempos em tempos.

Quer conhecer 6 tipos de tecido que não saem de moda e são indispensáveis em qualquer coleção? Acompanhe este post!

1. Veludo

O veludo é um tecido versátil e, na sua reaparição, tem sido usado até mesmo nas estações menos frias. É um tecido que remete à sofisticação e riqueza, sem deixar de ser confortável.

Os tipos de veludo mais conhecidos são o veludo molhado e o cotelê, que agregam maciez e sensualidade às peças. Pode aparecer tanto em looks masculinos quanto femininos.

A diferença no uso atual do veludo está na escolha das cores: elas surgem cada vez mais alegres e com estampas!

2. Lurex

O lurex é aquele tecido metalizado, brilhante, com cara de anos 70 ou 80. Essa brincadeira de reinventar o que é retrô é justamente o mais legal da moda! Agora o lurex reaparece com ares mais esportivos, combinando o casual com o luxo do brilho.

Esse tipo de tecido também aparece nos tricôs e nos acessórios como as meias, gargantilhas e echarpes. O interessante é combinar o lurex com outros tipos de tecido, de diferentes texturas, cores e estilos.

3. Algodão

O algodão é um dos tecidos mais confortáveis e utilizados no mundo da moda. O toque macio, o caimento e o preço tornam o tecido realmente atemporal. Além disso, para o clima tropical brasileiro, não há tecido mais indicado.

Apesar de ser utilizado em looks mais informais, quando combinado com diferentes texturas pode ser levado até mesmo para peças formais.

4. Lã

Originalmente a lã era feita apenas de pelos de animais, portanto, era natural como o algodão. Hoje em dia existem alternativas, como a flanela de lã, o cashmere e o crepe de lã. Vale a pena investir nessas versões mais tecnológicas pelo apelo ecofriendly que têm.

É um tecido adequado para os dias mais frios, mas pode ser utilizado para dar um charme nas quedas de temperatura, comuns em muitas cidades do Brasil.

5. Linho

Assim como o algodão, o linho também é feito de fibras naturais, mas dá um ar mais nobre e sofisticado às peças. Além disso, é um tecido durável e tem bom caimento para diferentes tipos de looks.

É perfeito para o clima quente do Brasil, pois é leve e tem grande capacidade de absorção. Pode ser usado em diferentes ocasiões e é tendência neste verão!

6. Malha jeans

O tecido malha jeans, ou apenas jeans, é considerado indispensável em qualquer guarda-roupa. Antes era um tecido para os uniformes de trabalhadores, devido à sua praticidade e conforto. Hoje, é possível tirar vantagem de sua versatilidade praticamente em qualquer ocasião.

Com as diferentes lavagens e tonalidades, ele surge e ressurge em todas as estações. Com jeans não tem erro!

Gostou de conhecer um pouco mais sobre os tipos de tecido que não saem de moda? Achou interessante e quer continuar sabendo mais sobre o assunto? Então entre em contato conosco!