Atualmente as possibilidades em financiamento para franquias experimentam um interessante impulso motivado, em grande parte, pela crescente participação do setor na economia (apenas no segundo trimestre desse ano foram R$ 40 bilhões, o que representa um crescimento de 8,4%).

Esse cenário, por mais positivo que seja, não faz com que conseguir um financiamento deixe de ser um sério problema para muitos empreendedores que desejam iniciar seu negócio próprio no segmento de franchising, porém, não possuem o capital necessário para realizar os seus objetivos.

Felizmente, há linhas de crédito bastante atrativas em distintas instituições financeiras (tanto privadas quanto públicas) que podem ser acessadas. É necessário, porém, muita cautela ao contratar essas operações de crédito. Trazemos o artigo de hoje até você, justamente, para ajudá-lo a tomar uma decisão bem informada. Boa leitura!

Como conseguir o financiamento?

Para conseguir o financiamento, é preciso passar por algumas etapas, nas quais a instituição bancária avaliará a sua situação financeira, a fim de definir se você será capaz de arcar com os valores emprestados.

Caso a franqueadora que você está considerando já tenha uma parceria firmada com os bancos, você poderá iniciar diretamente o processo de avaliação junto instituição financeira. Lembre-se, contudo, que você somente acessará o empréstimo após assinar o contrato de franquia.

Fique atento aos riscos inerentes à abertura de uma franquia por meio de financiamentos. Afinal, uma parte considerável dos seus ganhos deverão se destinar a saldar a dívida. Se, futuramente, desistir do negócio, continuará com a dívida.

A despeito do fato de que a franquia é uma das alternativas mais seguras para abrir um negócio próprio, existem muitos riscos.

Sendo assim, o mais indicado é realizar uma análise completa dos indicadores apresentados pela franquia, da base de clientes (atuais e potenciais) para os serviços e/ou produtos que serão comercializados e, sobretudo, acerca da possibilidade de quitar a dívida, ainda que os resultados do negócio não sejam tão bons quanto o esperado.

Quais são as opções de financiamento disponíveis no mercado?

Após proceder a todas as análises pertinentes e ter decidido pelo financiamento para franquias, você deve avaliar minuciosamente as condições que os bancos oferecem. A seguir, apresentamos algumas linhas gerais. Confira.

Banco do Brasil

Os programas de financiamentos do BB permitem que os pagamentos sejam feitos em até 72 parcelas, disponibilizam capital de giro com prazo de 36 meses para o pagamento e o financiamento da Taxa de Franquia.

Caixa Econômica

A Caixa Econômica Federal fornece recursos para previdência, seguros, capital de giro, financiamento para investimento e antecipação de receita. Para o financiamento, o máximo disponível é de R$ 400 mil, com percentual financiável variando entre 30% e 60%, dependendo da franqueadora escolhida.

Itaú

O Itaú possibilita financiar até metade do investimento total, desde que você ofereça o próprio patrimônio ou os recebíveis do seu negócio como garantia. Além disso, você pode acessar empréstimos para adquirir fluxo de caixa, estoque e equipamentos.

BNDES

O BNDES conta, segundo a própria instituição, com os melhores prazos e condições do mercado para quem deseja financiamento para franquias. A diferença do BNDES é que é a franqueadora quem deve solicitar o financiamento.

Cumpre ressaltar, por fim, que é possível encontrar franqueadoras nos mais diferentes ramos de atuação, portanto, ao buscar financiamento para franquias, opte por aquela que compreende suas habilidades e necessidades profissionais.

Gostou do artigo? Então, assine a nossa newsletter e receba informações atualizadas sobre as melhores oportunidades de negócio!