Termo da moda é o oposto da naturalidade e prioriza a extravagância

 

O último baile do Metropolitan Museum, que arrecada fundos para o Instituto de Vestuário do museu, teve como mote a palavra camp e foi palco dos looks mais esquisitos usados pelas celebridades: Mas o que ela significa?

A base do camp é a potencialização da imagem extravagante, ou seja, o oposto da naturalidade ou do socialmente aceito pela maioria em relação à moda. A expressão é antiga e remota ao século XIX, tendo como ícone do camp o escritor Oscar Wilde que adorava usar casacos de peles suntuosos com acessórios imensos.

E para quem quer conhecer um pouco mais sobre o assunto, Alejandro Gómez Palomo, referência no assunto, entrega seus 10 mandamentos para deixar o seu estilo mais camp.

  1. Vista-se todo dia como se fosse o seu último de forma extravagante, glamouroso e dramático. Trate cada dia como se fosse seu último momento para causar uma impressão.
  2. Aqueça suas pérolas usando-as o tempo todo. Afinal de contas, elas iluminam o rosto de maneira tão incrível.
  3. Plumas são suas amigas. Todo mundo já teve uma boina com pluma em alguma época, certo?
  4. O minimalismo é seu inimigo e mais é mais, afinal quem quer parecer simples e mínimo?
  5. Troque seus jeans por tecido moiré, um tecido antigo incrivelmente excessivo e glamouroso, em tons incríveis que mudam com a luz.
  6. Misture estampas como frutas em um smoothie: Leopardo, zebra, píton – não importa a espécie quando o assunto é usar animal prints: simplesmente use tudo junto. O mesmo se aplica a estampas florais.
  7. Invista em joias com aquelas pedras brilhantes e detalhes elaborados. Esses pequenos toques todos os dias fazem você se sentir um pouquinho melhor e mais feliz”.
  8. Nunca subestime o poder de um salto. Dê a uma garota os sapatos certos e ela pode conquistar o mundo.
  9. Antes de aderir ao novo pretinho básico, jogue um pouco de glitter no seu look para torná-lo ainda mais extra. Quanto mais você aparecer, melhor!
  10. Traga os babados de volta à vida. É importante tomar liberdades diariamente como maneira de nos expressarmos. Babados são o exemplo perfeito disso, pois são fundamentalmente desnecessários.

Para aderir ao estilo camp, a onda é pegar peças esquecidas no guarda-roupa e customizar com os elementos que podem transformá-las em criações exuberantes e exclusivas. “Reaproveitar as peças do vestuário, além de acompanhar a moda camp, contribui diretamente no combate a produção de lixo e a poluição, além de estar na moda gastando menos”, afirma Lucas Moreira, gerente de operações da Arranjos Express, franquia de costura, reaproveitamento e customização de roupas. Com propósito de fazer moda com menos consumo, a marca aposta em sustentabilidade e reaproveitamento. “Guarda roupa consciente é a frase da vez. Com um mundo que vive o consumo exacerbado, chegou a hora de reavaliarmos esse conceito e brincar com o que já temos dando novos usos a antigas peças”, explica Paulo Alexandre, diretor da Arranjos Express.